segunda-feira, 7 de maio de 2012

MINISTÉRIO PÚBLICO PEDE INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO PARA PM QUE USOU SPRAY DE PIMENTA EM CADELA.

RIO - A pedido do Ministério Público Estadual, a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) instaurou, na tarde desta segunda-feira, um inquérito para apurar a conduta do policial militar que a jogou spray de pimenta nos olhos da cadela Pantera na Favela da Rocinha, na manhã de domingo. O pedido foi feito pela Promotora de Justiça Christiane Monnerat, que tomou a decisão por considerar que a atitude pode ser caracterizada como maus tratos contra animais. Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, os policiais envolvidos no episódio serão chamados a depor.

Mais cedo, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame considerou inadequada a atitude do PM. Beltrame, que participou da abertura da Copa de Futebol Society entre policiais de Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), na manhã desta segunda-feira, disse que o policial tem que ser chamado para prestar contas e dizer o que aconteceu. Beltrame afirmou ainda que, se o ato foi gratuito, em tese, também mostra o despreparo do policial que não poderia agir dessa forma. Segundo ele, a atitude não condiz com a conduta que se espera de um policial.




O secretário ressaltou, no entanto, que o policial tem que ser ouvido para explicar se o animal ofereceu ameaça e por que agiu dessa forma. Beltrame acrescentou que na próxima semana possivelmente seja inaugurada a UPP dos morros do Adeus e da Baiana. Já a UPP da Rocinha, segundo ele, vai demorar mais um pouco para ser inaugurada porque, segundo ele, ainda há muito o que se fazer nessa primeira fase da ocupação.

ONG quer que polícial seja indiciado por abuso contra animal doméstico

Indignada com a agressão à cadela, a veterinária Andrea Lambert, da ONG Anida, informou que vai procurar, na tarde desta segunda-feira, o MP para pedir que o caso seja apurado com base na Lei 9.605/98. Depois de ver as fotos feitas pelo GLOBO, Andrea disse ter ficado convencida de que elas são uma forte evidência de que o animal não estava atacando o policial. Para a veterinária, o policial deveria ser indiciado com base no artigo 32, por praticar abuso e maus-tratos contra um animal doméstico. A pena neste caso é de detenção de 3 meses a um ano, além de multa.

— A foto não mostra a cadela atacando. Se ela estivesse latindo ou em posição de ataque, os outros policiais também estariam olhando para trás. Na foto, só o PM que joga o gás de pimenta parece ver a cachorra. Já mandei as fotos e um e-mail para o MP pedindo que eles entrem no caso — disse Andrea Lambert.

O caso vem causando muita polêmica e está sendo divulgado em sites e pelas redes sociais. Na manhã desta |segunda-feira, a ONG Anida já recebeu ligações de pessoas interessadas em ajudar a cadela:

— Ligaram oferecendo castração, já que o dono disse que ela perdeu uma ninhada há pouco tempo — contou a veterinária.

Especialistas analisam a foto

A foto da cadela Pantera sendo atingida por um spray de pimenta por um policial militar durante ação da Rocinha continua causando polêmica e levou especialistas em comportamento animal a analisarem a imagem. Segundo a treinadora e especialistas em comportamento canino, Ana Cláudia Villaça, da empresa de treinamento LordCão, a foto não evidencia que o animal esteja atacando ou tentando acuar os policiais, já que, na imagem, ela está de lado e mantém uma certa distância.

— Não vi as imagens que mostram o que ocorreu antes de ela receber o jato de spray, mas pelo que vi na foto, é pouco provável que ela estivesse atacando. Tudo leva a crer que ela estava acompanhando o grupo e latindo. Mas nem sempre o latido de um cão é agressão, ele podia estar latindo por medo. No caso de um cachorro de rua, que normalmente está acostumado com outras pessoas circulando, um pisão forte já faz ele se afastar — diz a especialista.

Para Roberta Araújo, do Projeto Pêlo Próximo, que trabalha com cães em terapia, a posição da pernas traseiras da cadela, semi-flexionadas, indica que ela estava com medo. De acordo com Roberta, a cadela devia estar assustada com a presença dos policiais e pode até ter latido, para tentar mostrar que não estava satisfeita, mas ela acredita que o uso do spray foi exagerado:

— O cão quando está em posição de ataque estufa o peito e vai para cima da pessoa. Além disso, a foto mostra que o policial joga o spray calmamente. Quem é atacado por um cão leva pelo menos um susto. Na foto o policial está de lado e nem olha direito para a cadela. Lamentável o que ele fez — afirmou Roberta, acrescentando que o site do projeto já recebeu centenas de e-mails de pessoas revoltadas com o caso.

PM que usou o spray de pimenta prestou depoimento

De acordo com o major Edson Santos, responsável pelo patrulhamento na Rocinha, ocupada pela PM desde novembro do ano passado, o policial que usou o spray de pimenta contra a cadela Pantera foi ouvido no domingo. O oficial não revelou o conteúdo do depoimento — informou apenas que foi aberta uma averiguação sumária, que será enviada nesta segunda-feira à Corregedoria da Polícia Militar.


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/mp-pede-instauracao-de-inquerito-para-apurar-conduta-de-pm-que-atirou-spray-de-pimenta-em-cadela-4829809#ixzz1uDxKzELv
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

========

NOSSA OPINIÃO: SÓ VAI DAR PIKA PARA O POLICIAL SE ELE NÃO FOR BEM ORIENTADO POR UM ADVOGADO. A FOTO MOSTRA CLARAMENTE UM PM ATRÁS DELE QUE É TESTEMUNHA QUE A CADELA ROSNOU PARA O POLICIAL AMEAÇANDO ATACÁ-LO E ISSO O LEVOU A FAZER USO DO SPRAY DE PIMENTA.
SIMPLES !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário