sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

GOVERNADOR MUDA AS REGRAS DAS METAS PARA A PMERJ E PCERJ

Um decreto do governador Sérgio Cabral, publicado nesta quinta-feira, muda as regras da avaliação de desempenho dos cerca de 52 mil policiais civis e militares do estado a partir de 2013. Os resultados são verificados de acordo com a redução dos índices de criminalidade. Uma das principais alterações é que será possível receber alguma gratificação, mesmo sem bater toda a meta. Se os policiais de uma determinada região atingirem pelo menos 90% do objetivo estipulado poderão ser contemplados com o abono, desde que o estado cumpra a meta geral. — Atualmente, pelas regras em vigor, apenas quem atinge a meta totalmente, ou seja, 100% do objetivo, ganha a bonificação — explicou o coronel Alexandre de Souza, superintendente de programas estratégicos da Secretaria estadual de Segurança. Outra novidade é para quem superar a meta. Além do valor de R$ 3 mil pelo cumprimento do objetivo, os policiais vão ganhar um percentual relativo ao excedente, até o limite de 120%. Segundo o coronel Alexandre de Souza, essa foi a maneira encontrada para dar premiações diferentes a quem tiver o melhor desempenho. Essa regra não valerá somente para as regiões que alcançarem os três melhores resultados no geral, que vão receber prêmios de R$ 9 mil, R$ 6 mil e R$ 4.500, respectivamente. Os dois primeiros valores também serão repassados a quem apresentar as melhores iniciativas para o combate ao crime. Os bônus vão continuar a ser pagos a cada seis meses. No último ciclo já encerrado, relativo ao primeiro semestre deste ano, o governo do estado repassou cerca de R$ 36 milhões em gratificações de desempenho para 7.857 policiais civis e militares que atingiram as metas. FONTE - Leia mais: http://extra.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário