sexta-feira, 17 de abril de 2015

Alerj busca soluções sobre salários atrasados de terceirizados da polícia civil

Deputada Estadual Martha Rocha conseguiu  que funcionários da Prol entrassem na Alerj para reivindicar a regularização dos salários. 

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) vai atuar junto ao Governo do Estado para garantir o pagamento de salários atrasados dos funcionários terceirizados da Polícia Civil nos próximos dias. A decisão foi tomada em reunião ontem entre representantes dos trabalhadores, o líder do governo, deputado Edson Albertassi (PMDB), e a presidente da Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia, deputada Martha Rocha (PSD). Segundo Albertassi, o Excecutivo deverá começar a pagar contratos atrasados a partir de hoje. "Com as operações de crédito que foram feitas, há uma expectativa de que o Governo já comece a pagar os fornecedores e funcionários. Vou atuar junto ao governador Luiz Fernando Pezão para garantir que esses terceirizados recebam o quanto antes", afirmou Albertassi. O deputado se comprometeu a, com o Governo, fixar prazo para o pagamento dos salários, atrasados há 76 dias. Síndico responsável pela manutenção da 70ª  Delegacia Legal (Tanguá), Edvaldo Alves comemorou o resultado da reunião. "A situação é muito grave, algumas pessoas já estão quase sendo despejadas", relatou. "Termos um prazo para o pagamento já é um avanço importante", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário