sábado, 4 de abril de 2015

RJ: Polícia vai investigar morte de criança no Alemão

Policiais militares foram chamados para prestar depoimento e tiveram as armas apreendidas para confronto balístico; Dilma emitiu nota de pesar


A Delegacia de Homicídios da capital fluminense instaurou inquérito na manhã de hoje (3) para apurar as circunstâncias da morte de Eduardo de Jesus Ferreira, 10 anos, uma das quatro vítimas baleadas nos últimos dois dias, no Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro. Foi realizada perícia no local e os familiares da criança foram ouvidos.




A mãe de Eduardo de Jesus Ferreira, 10 anos, mostra uma foto da criança, baleada no complexo do Alemão

Foto: Twitter




Os agentes também investigam a morte de Elisabete Alves de Moura Francisco, baleada dentro de casa na tarde de quarta-feira (1º), assim como a filha, que ficou levemente ferida. Os policiais estão ouvindo familiares e testemunhas. Policiais militares foram chamados para prestar depoimento e tiveram as armas apreendidas para confronto balístico.




Criança de 10 anos é baleada e morta no Complexo do Alemão


A presidente Dilma Rousseff emitiu nota de pesar pela de Eduardo.


"Quero expressar minha solidariedade e sentimentos de respeito neste momento de dor a Terezinha Maria de Jesus, que perdeu o filho Eduardo de Jesus Ferreira, de 10 anos, no Complexo do Alemão. Espero que as circunstâncias dessa morte sejam esclarecidas e os responsáveis, julgados e punidos", diz o comunicado.


Na noite da última quinta-feira, moradores foram às ruas protestar contra a violência e os abusos cometidos por policias militares nas comunidades. Tiroteios e mortes têm sido parte da rotina dos cerca de 70 mil moradores das 15 comunidades do complexo desde o início do ano.


De acordo com a Polícia Pacificadora de Nova Brasília, no Complexo do Alemão, as mortes ocorreram devido a confrontos com bandidos armados. Um policial foi ferido por estilhaços e medicado.

FONTE: TERRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário