domingo, 17 de maio de 2015

Estado fecha clínicas de perícia médica

As nove clínicas que faziam perícias médicas e exames admissionais de servidores estaduais foram fechadas. Os postos — em Campo Grande, Tijuca, São Gonçalo, Niterói, Araruama, Campos, Caxias, Itaperuna e Macaé — interromperam o atendimento porque os contratos com o governo do estado terminaram e não foram renovados. Outras sete unidades, em Angra dos Reis, Barra Mansa, Barra do Piraí, Itaguaí, Nova Iguaçu, Nova Friburgo e Petrópolis já haviam encerrado as atividades em 2013. Todas foram implantadas em fevereiro de 2012.
Policiais civis e quaisquer servidores públicos que precisam se afastar do trabalho por doença estão tendo dificuldades de atendimento, já que hoje os trabalhos estão concentrados na Perícia Médica da Secretaria estadual de Saúde, na Praça Tiradentes, no Centro do Rio.
Os 79 peritos criminais que se formaram em março, na Cidade da Polícia, no Jacaré, em solenidade com direito a discurso do governador Luiz Fernando Pezão e do chefe de Polícia Civil, Fernando Veloso, não tomaram posse. Os servidores, que seriam lotados em 19 postos regionais de Polícia Técnica e Científica e no Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), estão em casa aguardando a chamada.
 
Os postos foram criados com a promessa de um melhor atendimento
O atraso nas contratações teria relação com a dificuldade de realizar os exames admissionais.
Em nota conjunta divulgada pela Secretaria estadual de Planejamento, que concentrou as respostas da Secretaria de Saúde e da Polícia Civil, o governo negou o atraso. A diretora da Academia de Polícia, Jéssica Oliveira, informou que a "posse dos peritos segue no prazo legal, e o agendamento da admissão dos
policiais já foi solicitado". A Superintendência de Perícia Médica da Secretaria de Saúde — que assumiu a responsabilidade pelos exames —informou que todas as perícias "solicitadas serão feitas em tempo hábil, sem prejuízo tanto para os concursados quanto para a Polícia Civil". Alegou ainda que, na sexta-feira, o pedido do exame de admissão dos peritos tinha sido feito havia 24 horas.
2305

Nenhum comentário:

Postar um comentário