quinta-feira, 7 de maio de 2015

PSOL consulta TSE para tomar mandato do Deputado Cabo Daciolo




BRASÍLIA — O PSOL deu mais um passo para tomar o mandato do deputado federal fluminense Cabo Daciolo. Os deputados Chico Alencar e Jean Willys, ambos também do PSOL do Rio de Janeiro, apresentaram na última quarta-feira uma consulta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) questionando se um partido político pode reivindicar o mandato de parlamentar por descumprimento do estatuto do programa partidário. O relator é o ministro Gilmar Mendes.

O texto da consulta é breve e não cita nomes. Diz apenas: "Em caso de expulsão de mandatário de cargo eletivo por descumprimento do estatuto e programa partidário, o partido pode reivindicar seu mandato na Justiça Eleitoral?"

Em março, o PSOL suspendeu Daciolo, impedindo que ele fizesse “aparições públicas” como representante do partido. Na ocasião, a legenda anunciou que encaminharia o caso para averiguar “infidelidade partidária” por parte do deputado.

Daciolo entrou em rota de colisão com o partido após apresentar proposta de emenda constitucional para alterar o artigo 1º da Constituição Federal para incluir a expressão “todo poder emana de Deus” na parte em que se diz “todo o poder emana do povo”. O parlamentar é questionado também por sua defesa dos militares acusados no caso do desaparecimento do pedreiro Amarildo, na favela da Rocinha.

Ele também defendeu a ocupação do Ministério da Defesa por um militar. Em cerimônia de diplomação de deputados estaduais do Rio, ele tirou uma foto ao lado do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), também envolvido em polêmicas com integrantes do PSOL. No Congresso, Daciolo se aproximou da “bancada da bala” e integra a Comissão de Segurança Pública. Ele apresenta projetos sem endosso do PSOL.

Ex-bombeiro do Grupamento Marítimo do Rio, Daciolo se converteu à igreja evangélica veio em 2004, na Assembleia de Deus. Hoje o parlamentar transita por outras denominações religiosas, como a Bola de Neve. Daciolo já foi preso sob acusação de estimular a greve dos Bombeiros da Bahia e do Rio em 2011. Há gravações que comprovam sua liderança no movimento a partir de conversas entre o deputado e a ex-deputada Janira Rocha, que era a maior aliada dele dentro do partido.


NOTA DO DEPUTADO CABO DACIOLO referente a reportagem:

QUEM ESTÁ MENTINDO?
Estive pessoalmente com os deputados Chico Alencar e Jean Willys e os questionei sobre a veracidade da matéria. Os dois negaram que fizeram a tal consulta ao TSE.
Estou tranquilo, sei que a verdade sempre prevalece, não há dúvida.
Para a nossa reflexão, transcrevo Provérbios 12.22:
"O Senhor odeia os lábios mentirosos,;mas se deleita com os que falam a verdade."
Juntos somos fortes. Nenhum passo daremos atrás. Deus está no controle!

Um comentário:

  1. Então quer dizer que o nosso voto, ou pelo menos o meu voto, não vale nada? Eu votei no Daciolo para deputado e não no psol. Eu digiteibna urna o número dele e não da legenda!

    ResponderExcluir