sábado, 9 de maio de 2015

Unidades policiais investem em ações estratégicas no Rio


Policiais do Regimento da Polícia Montada (RPMont) e da Corregedoria da Polícia Civil receberão bônus por redução de criminalidade, no valor de R$ 13,5 mil. As unidades especializadas se destacaram no Sistema de Metas e Acompanhamento de Resultados (SIM) da Secretaria de Segurança, no segundo semestre de 2014. Para conquistar o primeiro lugar da premiação, as especializadas investiram em ações como o aumento de efetivo no policiamento e planejamento estratégico.
Representante de uma das modalidades mais tradicionais e eficientes de patrulhamento, o RPMont realiza um planejamento estratégico para atuar na mancha criminal de cada região atendida, a fim de otimizar o trabalho dos policiais e dos cavalos. Além disso, a unidade conta com o apoio de militares dos setores administrativos para reforçar as ações operacionais e aumentar os efetivos nas ruas.

– Essas boas práticas contribuíram para que o RPMont potencializasse a atuação das tropas, ajudando a reduzir os índices de criminalidade. Por isso, a premiação do Sistema de Metas é muito importante para valorizar o empenho dos nossos policiais – explicou o chefe da Primeira Seção do RPMont, major Isaac Saraiva.

Localizado em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, o regimento realiza patrulhamento diário em regiões como Santa Teresa, São Cristóvão, Centro, Aterro do Flamengo e em locais próximos às praias. A unidade também é acionada para reforçar a segurança em eventos.
 – O policiamento montado é muito versátil e nós podemos trabalhar em qualquer circunstância, tanto em áreas de difícil acesso quanto em locais abertos com grande concentração de pessoas – disse Saraiva.

Atualmente, o plantel do RPMont conta com 250 cavalos, que recebem tratamento de equipes de veterinários, técnicos de veterinária, tratadores e cavalariços da unidade.

– Uma das vantagens do policiamento montado é que a presença do cavalo cria um elo entre a PM e a população – disse o major do RPMont, que oferece ainda atendimento terapêutico para portadores de necessidades especiais.

Trabalho da Corregedoria da Polícia Civil é destaque em 2014

Responsável por investigar e apurar eventuais desvios de conduta praticados por policiais civis tanto no âmbito disciplinar quanto criminal, a Corregedoria Interna foi um dos destaques no ano de 2014 por desarticular e prender uma organização criminosa que coordenava práticas abortivas. A premiação da unidade é resultado do ineditismo da investigação e da mobilização policial no trabalho investigativo para a prisão de membros do grupo. À época foram expedidos 118 mandados de busca e apreensão e cerca de 75 de prisão. Com o nome de Herodes, a operação foi deflagrada em outubro de 2014. As investigações duraram cerca de 15 meses.

– Recebemos uma denúncia de que havia o envolvimento de policiais e a partir daí a Corregedoria iniciou a investigação. Fomos, então, descobrindo que a organização criminosa coordenava vários núcleos no estado. Houve um grande trabalho de inteligência e atuamos com celeridade. A premiação é, sem dúvida, uma forma de reconhecimento do trabalho realizado – disse a delegada Adriana Mendes, da Corregedoria.

Mais de 6,4 mil premiados

Entre as especializadas, a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática e o Batalhão de Ações com Cães (BAC) também foram premiados e ficaram em segundo lugar. A bonificação, neste caso, será de R$ 9 mil. Já a Divisão de Fiscalização de Armas e Explosivos e o Grupamento Aeromóvel conquistaram a terceira colocação e receberão R$ 6.750.

No total, 6.439 policiais militares e civis serão beneficiados com a bonificação, que varia de R$ 4,5 mil a R$ 13,5 mil. Ao todo, o Estado pagará R$ 61 milhões aos 998 policiais civis e 5.441 PMs no dia 12, data da cerimônia de premiação, que acontece  no Teatro João Caetano, no Rio.

Criado em 2009, o SIM visa incentivar ações integradas de prevenção e controle qualificado do crime e estabelecer as metas para a redução da incidência dos Indicadores Estratégicos de Criminalidade (letalidade violenta e roubos de veículos e de rua). Terão direito aos prêmios, os agentes lotados nas unidades das áreas vencedoras por pelo menos 90 dias no 2º semestre de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário