sexta-feira, 26 de junho de 2015

Amarildo é eleito patrono de turma de arquitetura em formatura na UFF


Formandos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFF (Universidade Federal Fluminense) elegeram como patrono da turma o pedreiro Amarildo de Souza, que desapareceu na favela da Rocinha, na zona sul do Rio de Janeiro, em julho deste ano, após ser abordado por policiais militares. A cerimônia de colação de grau ocorreu na última sexta-feira (29).

Nas redes sociais, a iniciativa dos arquitetos e urbanistas recém-formados recebeu vários elogios. Por meio do Facebook, os jovens divulgaram um texto no qual justificam a escolha por Amarildo, que, segundo investigação da DH (Divisão de Homicídios), teria sido torturado e morto por PMs da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Rocinha.


POLÍTICA HIGIENISTA

Saber da prisão, tortura e morte de Amarildo implica em ter o dever de saber da política pública de segurança higienista, da violência policial injustificada e injustificável. Do projeto de segurança e de cidade que extermina a juventude pobre, negra e favelada. Amarildo não foi o primeiro Texto da turma de formandos de Arquitetura e Urbanismo da UFF (Universidade Federal Fluminense)

"(...) Pensar no pedreiro Amarildo é pensar no trabalho alienante (no escritório e no canteiro), na divisão social do trabalho, na mão-de-obra executora, afastada do conhecimento. Em uma realidade que reserva a nós, arquitetos, um diploma em mãos, e a ele sacos de cimento nos ombros", diz o texto.

"Mas é também pensar na potência da autoconstrução, do conhecimento encarnado de quem todos os dias experimenta, improvisa, se desdobra e constrói um saber arquitetônico que a academia não ensina", completa.

Segundo o universitário Bruno Amadei Machado, que escreveu a carta em parceria com a colega de turma Luana Fonseca, nomes importantes da arquitetura e do urbanismo, como Oscar Niemeyer e Lúcio Costa, foram preteridos.

"Por um semestre, rejeitamos Niemeyer, Lúcio Costa, Paulo Mendes da Rocha ou Lina Bo Bardi. Nesse momento, escolher qualquer um que não fosse o Amarildo seria fechar o olho pra tudo que acontece à nossa volta. Feliz com a decisão coletiva, espero que nossos olhos continuem abertos mirando a cidade", escreveu o jovem em sua página no Facebook.


 
Pedreiro Amarildo desaparece após operação policial na favela da Rocinha59 fotos 31 / 59
14.ago.2013 - Mulher uma camisa com a foto do pedreiro desaparecido Amarildo de Souza enquanto segura uma vela, durante protesto no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (14). O morador da favela da Rocinha foi conduzido por policiais militares até a UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) para prestar esclarecimentos sobre envolvimento com trafico de drogas e nunca mais foi visto Leia mais Silvia Izquierdo/AP 
 
FONTE: UOL

6 comentários:

  1. Hj que vocês estão postando isso?????? Muita falta de assunto???? Gente pelo amor de Deus. Mobral pros mikes

    ResponderExcluir
  2. Obviamente que ninguém pode deixar de se importar com a morte de uma pessoa, mas o caso Amarildo já ultrapassou todos os limites do aceitável. Uma única pessoa que morreu não pode ter merecimentos maiores do que milhares de outras pessoas que também foram assassinadas no Rio, independente de quem matou ser policial ou bandido. Milhares de outras pessoas foram assassinadas e outras são assassinadas no Rio todos os dias, apenas o caso Amarildo merece ter prioridade nas manchetes de jornais e TVs. Apenas Amarildo merece justiça. Apenas Amarildo merece investigação e com tecnologia avançada. Todas as outras pessoas assassinadas no Rio de Janeiro são tratadas como lixo e todo merecimento é dado a Amarildo.

    Os políticos que insistem nesse único morto, precioso e lucrativo, vão quando lutar pela diminuição da violência no Rio de Janeiro? Perseguem tanto os Policiais Militares, vão quando lutar contra todos os tipos de violência na cidade, independente de quem a pratique? Por que odeiam tanto a Polícia? Teriam algum envolvimento ou recebem algum favorecimento criminoso? Nesse caso, Amarildo é cortina de fumaça para abafar pilantragens?

    Tem uma semana que o Ministério Público entregou as alegações finais do caso Amarildo, quase 400 páginas, conseguiram provar sabe o que? Ninguém prova nada. Absolutamente nada! Agora a promotora do caso aparece no Jornal Nacional inventado um volume em um espaço do carro do BOPE. Imagens que não são novas, existem e ela tem conhecimento desde julho de 2013. Por que ela quer esse alvoroço agora? Quer aparecer, ter destaque, fazer nome? Recebeu algum pedido especial de alguém para criar essa nova confusão? Ganhou o que?

    Quantas pessoas do BOPE ela indiciou? Ninguém? Se tinha indícios reais, por que não indiciou? Agora a função de promotores é criar oba oba na mídia e ouriçar a sociedade inteira contra a polícia? Onde estamos? O que é feito dos nossos impostos? Ninguém nos respeita mais? O Ministério Público tem por obrigação promover a justiça e não promover pessoas aos cargos de celebridades do jornal das oito.

    Lembrando que várias perícias foram feitas nas viaturas e carros do BOPE, o que encontraram?Nada! Absolutamente nada! Lembrando que o vídeo exibido no Jornal Nacional nada mostra e o jornalista ainda tem a cara de pau de dizer que o vídeo velho era uma novidade, como se fosse contar uma grande fofoca em rede nacional.

    Qual o interesse por trás dessa palhaçada toda? Tantos outros foram mortos por policiais, por bandidos, pelo marido, pelo vizinho e nenhum desses oportunistas pilantras quer investigar por que? Por que só Amarildo é interessante? Qual lucro essas pessoas têm de acusar uma infinidade de policiais de terem matado um único homem e ficar promovendo essa mesma ladainha dia e noite na imprensa? Por que Amarildo é mais importante do que toda e qualquer outra pessoa na cidade do Rio? O que ganham ou escondem usando a morte desse homem, se é que esse homem morreu mesmo?

    São cafetões de um homem morto, e recebem qual paga por isso? Qual interesse em lutarem tão arduamente para colocar a população contra a polícia? São dezenas de comunidades no Rio, em nenhuma outra ninguém morreu? Por que ninguém investiga assassinos de policiais e de trabalhadores? Tem coisa cheirando muito mal!

    ResponderExcluir
  3. A Segurança Pública não é prioridade no Rio de Janeiro, pois o ESTADO não investe em seus profissionais. O Policial Militar do Rio de Janeiro não tem um salário digno! É preciso PRESERVAR O PODER AQUISITIVO do PM do Rio, REAJUSTANDO significativamente os SOLDOS da Corporação. O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Para onde vai o dinheiro público? Não ao salário de fome! O vencimento bruto do soldado PM/BM no RJ é um DESRESPEITO À CARTA MAGNA, pois está abaixo do SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO estimado pelo DIEESE, visando suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988.

    OBS: OS INTEGRANTES DA PMDF E DO CBMDF RECEBEM UM VENCIMENTO DIGNO. A PEC 300/2008 É A SOLUÇÃO! POLICIAIS MILITARES DO DISTRITO FEDERAL NÃO GANHAM BEM; POLICIAIS MILITARES DO RIO DE JANEIRO É QUE GANHAM MAL (SÃO OS "GUERREIROS DO BOLSO VAZIO").

    OS SALÁRIOS FAMÉLICOS RECEBIDOS PELOS POLICIAIS MILITARES DO RJ FAZEM PROSPERAR O COMÉRCIO DOS EMPRÉSTIMOS NAS PORTAS DOS QUARTÉIS.

    O Policial Militar precisa ter uma valorização profissional condizente com o risco que corre nas ruas. A CF/88 em seu Artigo 7º, Inciso V, diz que o piso salarial deve ser proporcional à extensão e à complexidade do trabalho.

    Quando alguém está em perigo, pensa em Deus e clama pela PM. Passado o perigo, se esquece de Deus e execra a PM.

    UM DOS PRINCIPAIS FATORES DE ESTRESSE VIVENCIADOS PELOS POLICIAIS MILITARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO É O SALÁRIO, CONSIDERADO INJUSTO.

    Obs: O BRASIL TEM A PIOR DISTRIBUIÇÃO DE RENDA DA AMÉRICA LATINA! É um afronto à dignidade da pessoa humana o soldo dos Policiais Militares do Rio de Janeiro.

    “O GOVERNANTE QUE DIZ QUE O ESTADO DO RIO NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR MELHOR SEUS POLICIAIS ESTÁ MENTINDO!” (Sérgio Cabral quando era candidato a Governador do RJ).

    O MOTIVO DA INSEGURANÇA PÚBLICA NO RJ: "POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA SÓ É FEITA COM POLICIAIS BEM PAGOS" (Sérgio Cabral em 2006).

    ResponderExcluir
  4. Policiais Militares morrem por um vencimento inferior ao Salário Mínimo Necessário!

    Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna.

    O Salário Mínimo Necessário foi calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) em R$ 3.377,62 (três mil, trezentos e setenta e sete reais e sessenta e dois centavos) no mês de Maio de 2015, de acordo com o inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988 ("salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo"). Acrescido dos 30% de Adicional de Periculosidade (R$ 1.013,28), o valor do Piso Salarial da categoria deveria ser fixado em R$ 4.390,90 (quatro mil, trezentos e noventa reais e noventa centavos). O menor vencimento deve ser igual ou superior ao referido valor.

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O adicional de periculosidade para profissionais de segurança pública foi aprovado!

    A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 193/15, que garante aos integrantes do sistema de segurança pública de todo o País o adicional de periculosidade. Pelo texto, cada estado vai estabelecer o valor do adicional, desde que observado um percentual mínimo de 30% sobre a remuneração total.

    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA OS BAIXOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES MILITARES NO RIO DE JANEIRO!

    ResponderExcluir
  5. Em todas as repartições públicas devem ter a foto do ex viciado Amarildo, pois muito em breve, sera CANONIZADO... Em todas as praças do RJ deverá ter um BUSTO do santo Amarildo,onde todos os policiais militares deverão se ajoelhar, em humilhação... Quero que todos aqueles que defendem vagabundo, que levem para suas casa!!!

    ResponderExcluir
  6. PQP!!!Alguém pede pro Papa canonizar o Amarildo tb!!!Não fod...que ele não deveria morrer todo mundo está de acordo,agora dizer que é o "senhor trabalhador " já é forçar demais a barra!!!Bando de burgueses maconheiros querendo dá uma de certinhos!!!O que não fazem pra aparecer...

    ResponderExcluir