sexta-feira, 26 de junho de 2015

O enterro do Sargento Tarsis Doria Noia será hoje no Jardim da Saudade


O sargento da UPP São Carlos, Tarsis Doria Noia, de 40 anos, que morreu na manhã da quinta (25) após levar um tiro no peito quando passava perto pelo Morro do Zinco, no Conjunto de Favelas de São Carlos, na Zona Norte do Rio, vai ser enterrado nesta sexta-feira (26). A cerimônia de despedida vai ser às 13h no Cemitério da Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste.

2 comentários:

  1. Policiais Militares morrem por um vencimento inferior ao Salário Mínimo Necessário!

    Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna.

    O Salário Mínimo Necessário foi calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) em R$ 3.377,62 (três mil, trezentos e setenta e sete reais e sessenta e dois centavos) no mês de Maio de 2015, de acordo com o inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988 ("salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo"). Acrescido dos 30% de Adicional de Periculosidade (R$ 1.013,28), o valor do Piso Salarial da categoria deveria ser fixado em R$ 4.390,90 (quatro mil, trezentos e noventa reais e noventa centavos). O menor vencimento deve ser igual ou superior ao referido valor.

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O adicional de periculosidade para profissionais de segurança pública foi aprovado!

    A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 193/15, que garante aos integrantes do sistema de segurança pública de todo o País o adicional de periculosidade. Pelo texto, cada estado vai estabelecer o valor do adicional, desde que observado um percentual mínimo de 30% sobre a remuneração total.

    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA OS BAIXOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES MILITARES NO RIO DE JANEIRO!

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente hoje em dia, os direitos humanos e a mídia estão protegendo mais os bandidos do que os policias, cidadãos de bem, deveria ser mais severa a punição desses marginais.
    O Policial e o Bombeiro, como base o Soldado deveriam ganhar, no mínimo a partir de 5 mil reais (líquido) e mais 2 mil de auxilio moradia. Simples assim!! esse valor base padrão para todos os militares estatuais do Brasil.

    ResponderExcluir