quarta-feira, 8 de julho de 2015

SARGENTO VAI ENTRAR NA JUSTIÇA PARA RECEBER O RAS


Cansado de não receber o pagamento de hora extra do programa da Polícia Militar de Regime Adicional de Serviço (RAS), um sargento que serve na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), Santa Marta, em Botafogo, anunciou ao comando que vai entrar na Justiça para garantir seus R$675. Antes de tomar a medida, no entanto, ele ressalta que já tentou resolver a questão administrativamente, mas ainda não conseguiu colocar no bolso o que está devidamente garantido por lei. Como dizem por aí: ‘não esta fácil para ninguém’.

Um comentário:

  1. Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna. Os Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro arriscam suas vidas por um vencimento inferior ao Salário Mínimo Necessário. O dia 5 de agosto de 2016 está chegando, faltam apenas 394 dias para o início dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro!

    O Salário Mínimo Necessário foi calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) em R$ 3.377,62 (três mil, trezentos e setenta e sete reais e sessenta e dois centavos) no mês de Maio de 2015, de acordo com o inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988 ("salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo").

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O adicional de periculosidade para profissionais de segurança pública foi aprovado!

    A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 193/15, que garante aos integrantes do sistema de segurança pública de todo o País o adicional de periculosidade. Pelo texto, cada estado vai estabelecer o valor do adicional, desde que observado um percentual mínimo de 30% sobre a remuneração total. Acrescido dos 30% de Adicional de Periculosidade (R$ 1.013,28), o valor do Piso Salarial da categoria deveria ser fixado em R$ 4.390,90 (quatro mil, trezentos e noventa reais e noventa centavos). O menor vencimento deve ser igual ou superior ao referido valor.


    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA OS BAIXOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES MILITARES NO RIO DE JANEIRO! POLICIAL MILITAR DESMOTIVADO SIGNIFICA SEGURANÇA PÚBLICA AMEAÇADA.

    INFELIZMENTE, NO BRASIL OS VALORES ESTÃO INVERTIDOS!

    CADA BANDIDO PRESO CUSTA R$ 3.472,22 (TRÊS MIL, QUATROCENTOS E SETENTA E DOIS REAIS E VINTE E DOIS CENTAVOS) POR MÊS, FORA OS R$ 549.000.000,00 (QUINHENTOS E QUARENTA E NOVE MILHÕES DE REAIS) DE AUXÍLIO RECLUSÃO PARA FAMILIARES DE PRESOS PAGOS SÓ EM 2014!!! AGORA EU ME PERGUNTO PORQUE PRESO NÃO TRABALHA??? O CARA VEM ME ASSALTAR E EU TENHO QUE TRABALHAR PARA MANTER O CARA QUE ME ROUBOU COM MORADIA E ALIMENTAÇÃO USANDO DROGAS E USANDO CELULARES PARA APLICAR GOLPES... E DEPOIS ELE SERÁ SOLTO E VIRÁ ME ASSALTAR NOVAMENTE.. E AINDA A FAMÍLIA DO BANDIDO GANHA UMA PARTE DO DINHEIRO FRUTO DO MEU TRABALHO... QUE PAIS É ESSE???

    O GOVERNO DO ESTADO GASTA MAIS COM UM BANDIDO DO QUE COM UM POLICIAL!

    ResponderExcluir