terça-feira, 4 de agosto de 2015

Candidatos são chamados para prova física 12 anos após prestar concurso para agente penitenciário


Doze anos após a realização de um concurso público  para a contratação de agentes penitenciários para os presídios do Rio, uma prova física pegou de surpresa quase 500 candidatos que entraram na Justiça, em 2004, para ter o direito à nomeação. Mais velhos e acima do peso, as pessoas alegam que não tiveram tempo suficiente para se preparar para as provas de corrida e salto a distância. O concurso foi realizado em 2003 e 290 vagas foram preenchidas. Os candidatos que ficaram no quadro de reserva entraram na Justiça porque foram realizados mais dois concursos,  um em 2006 e outro em 2012, e eles não foram aproveitados. Depois de uma briga judicial em que o governo recorreu em duas instâncias,os candidatos foram convocados em realização das provas físicas em junho. Alexassander Barbosa Costa que fez a prova hoje no Centro Esportivo Miécimo da Silveira, em Campo Grande, diz que os candidatos queriam mais tempo para preparação:

"Os candidatos gostariam que fosse dado um tempo necessário para preparação física, até porque a condição física não é a mesma de 12 anos atrás"

Com medo de sofrer lesões algumas pessoas foram acompanhadas de amigos e parentes para realizar a prova física. Júlia Paiva ,que foi com a amiga para o centro esportivo acredita que muitas pessoas vão ter dificuldades para conseguir a aprovação:

"Algumas estavam com 20, 30 anos quando fizeram a prova. Acho difícil que depois de tanto tempo essas pessoas consigam aprovação no teste físico."


O presidente do Sindicato dos Servidores do Sistema Penal do Estado, Francisco Rodrigues Rosa, informou que a alegação dos candidatos de que eles deveriam ser chamados sem a realização da prova física não procede porque o governo tem que seguir os trâmites legais.

As provas de hoje foram de corrida, salto em altura e salto a distância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário