quinta-feira, 19 de novembro de 2015

PIAUÍ: Dois dias após prisão, dupla pega com 31 tabletes de maconha é solta

A Justiça decidiu soltar as duas mulheres que tinham sido presas em flagrante com 31 tabletes de maconha. Elas e mais um homem, suspeito de ser um dos maiores traficantes da Zona Norte de Teresina, foram presos no dia 16 pela Polícia Civil. O argumento para a soltura das mulheres é que elas não respondem a nenhum crime, já com relação ao preso, a decisão judicial decretou sua prisão cautelar.


“Não fica demonstrado que a prática de delitos é um estilo de vida das indiciadas, não estando estas respondendo, em alguma vara criminal, por nenhum outro crime, não sendo vislumbrado, assim, serem as mesmas de considerada periculosidade a ponto de ser aconselhável sua segregação”, afirmou na decisão o juiz Arilton Rosal, da Central de Inquéritos de Teresina.

Sobre o homem preso, o magistrado não disse mesmo e deixou claro que o suspeito já responde por furto. “Em seu depoimento, às fls. 23/24 o autuado aduz ser usuário de cocaína há cerca de 04 anos e que trafica drogas a mais de um ano. Restando claro que a prática de crimes é um estilo de vida do autuado”, escreveu.

Prisões
A Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre) prendeu durante  no dia 16 um homem e duas mulheres em Teresina e Timon, com 66 tabletes de maconha e 250 gramas de cocaína. De acordo com o delegado Cadena Júnior, o suspeito preso apontado como chefe da quadrilha era investigado por roubo de armas do depósito do Tribunal de Justiça do Piauí, quando prestou serviço ao órgão.
"Ele também é acusado de homicídio em 2004 e considerado hoje o maior traficante da Zona Norte de Teresina. Com o suspeito apreendemos 35 tabletes e a cocaína ainda pura, que estavam escondidas no seu carro e na casa da mãe dele no bairro Dirceu. Também encontramos com o mesmo algumas balanças de precisão e uma pistola 380", revelou.

Um comentário:

  1. Por isso que fiquei menos de 1 ano na Polícia, por isso...

    ResponderExcluir