domingo, 17 de julho de 2016

Aprovado no Congresso Nacional o reajuste dos integrantes das Forças Armadas

Aprovado no Congresso Nacional na última quarta-feira, o reajuste dos integrantes das Forças Armadas — Aeronáutica, Exército e Marinha — será aplicado aos soldos de mais de 650 mil militares em todo o país, tão logo o projeto de lei seja sancionado pelo presidente em exercício, Michel Temer. O percentual chegará a 25,5%, para determinadas classes, e começará a valer em 1º de agosto deste ano, com mais três parcelas entre 2017 a 2019. 
A sanção da proposta é considerada fundamental pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann. Ao tomar posse, em maio, ele divulgou um comunicado aos militares declarando que o aumento era uma “prioridade” para o avanço das Forças Armadas. O discurso foi repetido pelos chefes de comandos militares. Durante um café da manhã com jornalistas, o comandante da Marinha, Eduardo Cabellar Leal Ferreira, reforçou que a correção dos soldos era realmente necessária, tendo em vista a “defasagem dos vencimentos-base dos militares”.
Como o projeto de reajuste foi aprovado na semana passada, o prazo para a sanção presidencial terminará no dia 28 de julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário